domingo, 8 de abril de 2012

Você Conhece Demêncio?

 
Demêncio diz ser cristão e anda com uma grande Bíblia de Estudos debaixo do braço. Mas não gosta de ler nem examiná-la. Também não gosta de ir aos cultos de doutrina, de estudos e simpósios bíblicos...Demêncio não gosta de Escola Dominical. Aliás, não senta para ouvir o ensinamento da Palavra de Deus, seja qual for o culto.

Mas, se tem uma coisa que Demêncio gosta de fazer é debater sobre os "mistérios" da Bíblia. Ele diz que, para conhecer as Escrituras Sagradas, não é necessário estudar, meditar, orar...
_ É só abrir a Bibla e pronto! Só olhando a passage, que já sei espricar... _ Disse Demêncio certa vez, se achando dono de um "dom" especial.

Um dia desses, Demêncio abordou certo cristão que ia para a igreja e taxativamente perguntou:
_ Ei, varão, você sabe que Jesuis foi músico? _ E, antes de ouvir alguma resposta, acrescentou:
_ Tá lá na carta de Luca, capitu 7 e velso 14... Jesuis tocou um estrumento chamado esquife para poder dar vida ao fio de uma muler que era viúva de um tal de Naim! _ Enquanto aquele cristão abordado o observa  sem entender nada, Demêncio põe a mão no queixo e olha para o firmamento com "ar' de inteligência, conclui:
_ Nun seio que estrumento era o esquife, mais que Jesuis tocou, tocou...

Demêncio é um personagem fictício. O criei sem querer fazer referência a ninguém. Porém, suas atitudes erradas, como não querer aprender a Palavra de Deus, de não estudar e meditar nEla devocionalmente, não deverão NUNCA ser imitadas pelos verdadeiros e sinceros cristãos.
Aguarde, pois Demêncio voltará! Com certeza, interpretando erroneamente outros textos bíblicos.

NOTA: à luz da Bíblia, esquife era uma espécie de caixão, onde transportavam os mortos até à sepultura. Naim, era uma cidade da Galiléia onde aquela viúva morava, e não  o nome do seu falecido esposo. A narrativa desse milagre de Jesus está resgistrada no evangelho, segundo Lucas (7.11-17); e não é uma carta. 

Sola Scriptura!
Pr. Dário José



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Esta história é muito interessante. Parabéns Pastor por este blog!

    ResponderExcluir