quinta-feira, 28 de junho de 2012

O preço de ser diferente



Dário José

No meio dos ‘mesmos’, ser diferente!
Viver além da mediocridade,
É tornar-se, no mínimo, irreverente,
Com os que querem negociar a Verdade.

Quem não é a favor do continuísmo,
É reputado como réu.
Despe-se de qualquer favoritismo,
Troca o doce pelo fel.

Para si, quem não ergue monumentos,
Dos olhares sórdidos é desprezado!
Recusa-se a ‘viver’ tacanhos momentos,
Porém, deixa à história inestimável legado!

No meio de ‘réplicas’, ser diferente!
Dormir ao deitar a cabeça no travesseiro,
Recusando ‘propostas indecentes’,
Mesmo frágil, se agarra ao Verdadeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário