segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Quem quer ser profeta (verdadeiro)?




Dário José

O profeta sempre a crua realidade confronta,
Suas palavras são como lâminas de dois fios!
É ouvido em desconforto e como forte afronta,
Quando fere os réprobos nos seus falsos brios.

O profeta que empresta a voz a Deus no seu falar,
Explicitamente, torna-se de todos respeitado!
Não conseguindo a vontade do Altíssimo ocultar,
Como persona non grata, por muitos é reputado.

Ser odiado é a senda de todo profeta verdadeiro,
Carregando em suas entranhas o peso da verdade!
Não senta a comer gorduras de ovelhas e cordeiros,
Às mesas de reis que se mancomunam com a vaidade.

Mas há o profeta das palavras eivadas de engano,
Vaticinando futilidades que o Céu nunca inspirou.
Acreditado por quem já trocou o sagrado pelo profano,
Que rejeita o Pão e se contenta apenas com bolor!

Saul não quis ter Samuel como seu guia e profeta,
Calou a voz da sua consciência, na busca do vil afã...
Davi, porém, teve visão ampla, salutar e correta,
Permitindo a agudeza constante das palavras de Natã.

2 comentários:

  1. A paz do Senhor Pastor Dário, estávamos com saudades das suas postagens amém.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo carinho. Estamos voltando aos poucos...

    ResponderExcluir