quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Contra fatos não há argumentos



Dário José

Abra a Bíblia de ALGUÉM, antes de ouvir sua pregação (Salmos 119.11; Tiago
 1.22-25).

Veja as “solas” dos sapatos de ALGUÉM, antes de ouvir as “histórias” de suas jornadas (Salmos 37.3,5).

Atente para os PAIS, e saberás quem são seus filhos (Provérbios 22.15; Hebreus 12.4-11).

Considere a duração do silêncio de ALGUÉM, pois verás um tolo de língua cortada ou um sábio que mantém os lábios cerrados (Provérbios 17.28; Tiago 3.1-12).

Preste atenção na fala de ALGUÉM, e saberás se o mesmo mantém ou não o hábito da leitura (Lucas 6.45; II Timóteo 3.14-17).

Observe cuidadosamente a ÁRVORE, antes de comer o fruto só pela estética (Mateus 7.17-19).

Leia primeiro o LIVRO todo, para depois entender o design da capa (Provérbios 29.20;Mateus 7.1,2;Lucas 6.37).

Pondere a quantidade de “EUS” dentro do discurso de um líder, e não precisarás contar número dos seus seguidores (Pv 27.2).

Veja como ALGUÉM se defende, e saberás o “peso” e o “alvo” de suas acusações (II Samuel 15.1-6).

Escute bem a oração pública de ALGUÉM, e saberás se o tal tem ou não a oração intimidade com Deus (Mateus  6.5-8).

Nenhum comentário:

Postar um comentário