segunda-feira, 30 de abril de 2012

Um combate histórico - Terceira Parte


Dário José

Nos dois primeiros posts, declinamos sobre a "constante luta de Satanás contra o povo de Deus ao longo da História" e como se "revestir da armadura de Deus" para combatê-lo. Este post atual, aponta  a necessidade de se desenvolver o "discernimento espiritual" para saber com "quem" estamos lutando. 

Para discernir bem é preciso conhecer a Deus

Devemos conhecê-LO progressivamente - Oséias 6.3;
Devemos conhecer a sua Palavra - Mateus 22.29; Jo 5.39,40;  
Devemos conhecer (discernir) a sua voz - João 10.8,14,15;
Devemos ter conhecimento com equilíbrio - II Pedro 3.18; Atos 17.11; I Coríntios 2.6-16.
Para discernir bem é preciso conhecer as fontes doutrinária

doutrina que provém de Deus - irrefutável, infalível e perfeita (Atos 2.42; 13.12; Tito 2.10);
doutrina que provém do homem - discutível e muitas vezes prejudicial (Mateus 15.9;16.12;Colosenses 2.22);
doutrina que provém do diabo - maldita, nociva e enganosa (I Timóteo 4.1). 

É necessário discernir bem para poder defender a nossa  fé 

O cristão deve se informar acerca dos ensinos heréticos, para puder refutá-los biblicamente (Tito 1.9): 1)defender os nossos irmãos – aqueles que professam a mesma fé bíblica (Judas 3), 2)defender o Verdadeiro Evangelho – o cristão deve estar sempre pronto para evangelizar (Romanos 1.16; I Pedro 3.15,16).
               
3 – Discernir entre as Escrituras e as interpretações errôneas.Veja o texto de II Coríntios 2.11, em quatro versões diferentes: 

“...para que não sejamos vencidos por Satanás, porque não ignoramos os seus ardis.” (ARC - grifo nosso)
“...para que Satanás não alcance vantagem sobre nós, pois não lhe ignoramos os desígnios.” (ARA - grifo nosso)
“...a fim de que Satanás não tivesse vantagem sobre nós; pois não ignoramos as suas intenções” (NVI - grifo nosso)
“...a fim de que Satanás não se aproveite de nós; pois conhecemos bem os planos dele.” (BLH - grifo nosso)

Neste  texto, o apóstolo Paulo reconhece que Satanás é muito ardiloso, ou seja, possui ardis (do grego) νοημα (noema) [1], que sinifica: percepção mental, pensamento; propósito vil. Esses seus ardis (desígnios, intenções, planos) nunca devederão ser ignorados pelos cristãos. Ele não pode atacar a Deus diretamente, então ataca a sua criação.  

Ardilosamente ele conseguiu dominar os nossos primeiros pais, e, com eles, toda a raça humana. Só regenerado, o homem pode livrar-se do seu poder, o que não implica em ausência de tentação. Ele usa de muitos métodos para distorcer a correta interpretação das Escrituras. Vamos pensar em três erros comuns na interpretação e aplicação da Palavra de Deus, pois foi assim  que ele agiu com Eva,  lá no jardim do Éden. Veja seus três métodos:


Método da OMISSÃO (minimizar) – citar só a parte que é conveniente e ignorar o texto restante   (Gênesis 2.17; 3.4);
Método do ACRÉSCIMO (maximizar) – afirmar mais do que a Bíblia diz (Gênesis 3.3); 
Método da APLICAÇÃO (nova visão) – aplicar o texto de maneira errada, deturpando seu sentido primário (Gênesis 3.3-5).

[1] Strong, James: Léxico Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil (Libronix).

Sola Scripturas!

sábado, 28 de abril de 2012

Liderança Em Foco!



Hoje, das 9h às 16h, a AD em Jardim São Paulo (região metropolitana de Recife), onde lidera o EV. Emanuel Alves, receberá a 41ª edição do ELADALPE. Estarão presentes líderes dos seguintes departamentos: Crianças (Coiadalpe), Adolescentes (Dejeadalpe), Jovens (Umadalpe), Ensino (EBD, Ediadalpe), Música (Cromadalpe), Oração (Coadalpe, Uemadalpe), Evangelismo (Ceadalpe, Craceadalpe, Semadalpe), além dos auxiliares, diáconos, presbíteros, evangelistas e pastores.

O Pr. Roberto José dos Santos, presidente da igreja e Convenção, designou para ministração das aulas, os pastores Altair Germano (Coordenador do Eladalpe), Francisco Cleudemi, Dário José e Emerson Gomes.
Pr. Altair Gemano                   Pr. Francisco Cleudemi                   Pr. Dário José                        Pr. Emerson Gomes
 
A cobertura do evento irá ao ar, no Programa Novas de Paz, dia 03/05 (quinta-feira), às 8h da manhã, pela TV Nova Nordeste - Canal 22.

Os próximos Encontros ocorrerão nas datas e locais abaixo:

02/06 – Toritama;
23/06 - Alto da União (Recife);
07/07 – Salgueiro;
21/07 – Vila Rural (Igarassu);
04/08 – Limoeiro;
18/08 – Itapissuma;
01/09 – Gravatá;
15/09 - Planalto (Abreu e Lima);
06/10 - Fernando de Noronha;
20/10 - Totó (Recife);
03/11 – Cruz de Rebouças I (Igarassu);
17/11 - Jardim Rio Doce (Olinda).

Sola Scriptura!
Pr. Dário José

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Verdadeira paz? Só através de Jesus!

A palavra PAZ ocorre 317 vezes na Bíblia. Em hebraico é שׂלם (shalom) e em grego, ειρηνη (eirene), cuja  tradução mais clara é: completo, saúde, bem estar, segurança, sossego, traquilidade; ausência de devastação e destruição de guerra; estado tranquilo de uma alma que tem certeza da sua salvação através de Jesus Cristo.[1] 

Abaixo, algumas frases oriundas da frágil alma humana:

"A luta para manter a paz é infinitamente mais difícil que qualquer operação militar." Anne O Hare McCormick

“A humanidade não pode libertar-se da violência senão por meio da não-violência.” Albert Einstein

“A paz é a única forma de nos sentirmos realmente humanos.” Benjamin Franklin

“Uma vez que as guerras nascem no espírito dos homens, é no espírito dos homens que se devem erguer as defesas da paz.” Lao-Tsé

“A libertação do desejo conduz à paz interior.” Friedrich Nietzsche

“Riqueza alguma poderá proporcionar a paz a um homem mau.” Provérbio Chinês

“O motivo pelo qual não é fácil para as pessoas viverem em paz, está no fato de saberem demais.” Platão


Mas, uma só frase de Jesus Cristo, o Emanuel (Deus conosco) - Isaías 7.14; Mateus 1.23, muda tudo:

"Deixo-vos a Paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize." Jo 14.27 (ARA).

Acima,temos alguns dos principais líderes mundiais da atualidade: 01- Nicolas Sarkozy (França); 
02 - Dilma Rousseff (Brasil); 03 - Jacob Zuma (África do Sul); 04 - Angela Merkel (Alemanha); 
05 - Dmitry Med Vedev (Rússia); 06 - Fidel Castro (Cuba); 07 - Abdullah bin Abdul Arábia Saudita); 
08 - Barack Obama (EUA); 09 - Pratibha Patil (Índia); 10 - Akihito (Japão); 
11 - Cristina Kirchner (Argentina); 12 - Hu Jintao (China); 13 - Benjamín Netanyahu (Israel);
14- Kim Jong-un (Coreia do Norte);15 - Elizabeth II (Inglaterra). 

 
Todas as "autoridades são instituídas por Deus" (Romanos 13.1-7). Mas todas as nações, todos os povos, todas as gentes (inclusive seus líderes), precisam saber que: 

A Paz Verdadeira só através de Jesus! (Português)
 
Истинный мир только через Иисуса (russo)

Ware vrede slegs deur Jesus (africâner)

Wahrer Friede nur durch Jesus (alemão)

صحيح السلام إلا من خلال يسوع  (árabe)

真正的和平只能通過耶穌 (japonês)

La verdadera paz sólo a través de Jesús (espanhol)

Alpha
La vraie paix que par Jésus  (francês)

שלום אמיתי רק דרך ישוע  (hebraico)

केवल यीशु के माध्यम से यह सच है शांति  (hindi)

Alpha
True peace only through Jesus (inglês)

唯一イエスを通して、真の平和  (chinês)

Por que só através de Jesus:
  • PORQUE Ele é o "Príncipe" da PAZ, ou seja, só Ele tem as "rédeas" da PAZ (Isaías 9.6,7); 
  • PORQUE só pelo seu "castigo" (sofrimento na cruz), a PAZ nos é propiciada. Isso significa que a verdadeira PAZ,  alcança primeiramente a alma do ser humano e depois atige seu exterior (Isaías 53.5; Romanos 5.1; Colossenses 1.20);
  • PORQUE Ele é a PAZ que "derruba" as diferenças étnicas, culturais, linguísticas e geográficas - Efésios 2.14,17;
  • PORQUE Só Ele produz em nós (no nosso interior), através do Espírito Santo, a PAZ - Gálatas 5.22;
  • PORQUE a sua Paz excede (está acima, supera) qualquer entendimento e sentimento humano - Filipenses 4.7;
  • PORQUE o seu Evangelho é o Evangelho da PAZ - Efésios 6.15;
  • PORQUE Ele é a PAZ que deve ser seguida (que em conjunto a santificação), nos levará a Deus - Hebreus 12.14.
[1] Strong, James: Léxico  Hebraico, Aramaico E Grego De Strong. Sociedade Bíblica do Brasil. Biblioteca Digital da Bíblia (Libronix).

Solus Christus!

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Aviso à Blogosfera!

As ilustrações usadas neste Blog, como os personagens: Demêncio, Eloquêncio, Fan Átika, Farisêncio, Discordêncio e Cristiano Orto, possuem a assinatura do criador (Dário José) e o registro. Não podem ser usados em quaisquer posts e publicações, sem a devida autorização do autor.


By: Dário José

Síndromes na liderança eclesiástica (1)


Dário José

Há exemplos bíblicos de líderes que queriam fazer além do que o Senhor lhe deteminara, trazendo com isso consequências negativas, e até funestas para si e deixando  maus exemplos à posteridade. Há também os que aprenderam com os próprios erros e mudaram a maneira de agir:
  • Aimaás, que queria levar mensagem ao rei Davi, sem ser o momento oportuno, "ficou de lado" - II Samuel 18.19-33;
  • Uzias, que apesar de ser monarca de Judá que reinou por mais de meio século, não tinha a prerrogativa de queimar incenso e por sua prepotência, ficou leproso - II Crônicas 26.16-19;
  • Moisés, que aprendeu, a tempo, a dividir  o árduo trabalho, seguindo o conselho do seu sogro, antes que morresse estafado - Êxodo 18.13-27;
  • Davi, o grande rei de Israel, que no afã de querer agradar a Deus, intentou construir um templo, mas lhe foi negado pelo Senhor - II Samuel 7.1-17.
Há muitos que se "gabam" de acumularem "muitos serviços", e sentem-se até  "polivalentes", não vendo mais ninguém a sua frente capaz de fazer o que fazem. Mas, na realidade, seus trabalhos ficam sempre pela metade, porque não são "polvos' e não têm muitos "tentáculos"...

A Palavra de Deus ainda nos adverte categoricamente, em Eclesiastes 9.10:

"Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma".

Sola Scripturas!

terça-feira, 24 de abril de 2012

Coisas que nunca podemos fazer só!

Dário José
Chen Wei-yi - 2010 

A cantora brasileira Fafá de Belém já declarou, em algum momento da sua vida, que estava casada consigo mesma. Em 2010 uma jovem taiwanesa Chen Wei-yi, na época com 33 anos, convidou os amigos para a celebração do seu próprio casamento. (http://www.jacasei.com.br/noiva-taiwanesa-realiza-comemoracao-para-casar-consigo-mesma.htm). À imprensa tentou explicar o gesto da moça: “Devemos nos amar antes de podermos amar os outros. Eu devo casar comigo antes de casar com outro”.




Nadine Schweigert - 2012
Dia 10 de abril deste ano (2012), depois de um casamento frustrado, a americana Nadine Schweigert também resolveu “casou-se consigo mesma em uma cerimônia para 45 convidados, incluindo seus três filhos, frutos do seu antigo casamento”. (http://mundoestranho.abril.com.br/blogs/contando-ninguem-acredita/para-nao-se-sentir-encalhada-mulher-casa-com-ela-mesma/).




Há um site na internet,  Barbara’s Ceremonies, que oferece, entre  seus serviços cerimoniais, o self-marriege - "casar consigo mesmo" (barbarasceremonies.com).
 
Deus, após ter criado todas as coisas e qualificá-las de “boas”, contemplou Adão solitário, então disse:

“... Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea”. Gênesis 2.18 (grifos nosso). Eis a única coisa que Ele viu que “não era bom”, a solidão humana.

O apóstolo Paulo vaticina que nos “últimos tempos” (que já estamos vivendo atualmente), alguns se desviarão (apostatarão) da fé, segundo ensinos demoníacos, proibindo entre outras coisas, o casamento (I Timóteo 4.1-5). É verdade que há pessoas que não tem “dom” para casar, conforme falou o próprio Senhor Jesus (Mateus 19.11,12), mas isso é uma exceção, não uma regra.

A Bíblia não diz que devemos “nos amar primeiro, para depois amarmos os outros”. Veja o que de fato a Palavra de Deus nos diz:

“... mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor” - Levíticos 19.18 (ARA– grifos nosso).

Vivemos num mundo, onde o homem é narcisista (amante de si mesmo), hedonista (amante só dos prazeres), relativista ( juiz de si mesmo), egoísta (só pensa em si mesmo), etc. O apóstolo Paulo também profetizou sobre essa dura realidade, que se evidenciaria nos “últimos dias” (II Timóteo 3. 1-5).

À luz da Bíblia, há coisas que não se pode fazer sozinho

Ser amigo, pois haverá a necessidade do dispêndio tempo para o cultivo da amizade (Provérbios 17.17; 27.9,17);

Ser cristão, porque precisará manter uma vida de comunhão, no convívio entre os irmãos (Gálatas 6.2; I João 2.7-11);

Ser casado, pois manter um casamento requer esforço, perdas, autonegação, e, acima de tudo, obediência a Deus (Gênesis 2.24; Mateus 19.5; Efésios 5.22-33).

Sola Scriptura!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Os cinco "Solas" da Reforma Protestante ainda são necessários!



Dário José

No final dos meus posts (textos), sempre faço uso dos  solas.  Sola, é uma palavra de origem latina, que significa “somente”, em bom português. Os cinco solas passaram a ser usadas a partir do período Reforma Protestante como princípios fundamentais desse movimento, contrastando com os ensinamento da Igreja Católica Romana da época. 

 
Os cinco solas são, em síntese, os credos teológicos básicos dos reformadores, tendo em Martinho Lutero seu maior expoente. Esses são pilares nos quais creram ser essenciais da vida e prática cristã. Todos os cinco implicitamente rejeitam ou se contrapõe aos ensinamentos da então dominante Igreja Católica, a qual tinha na mente dos reformadores usurpado atributos divinos ou qualidades para a Igreja e sua hierarquia, especialmente seu superior, o Papa. São eles:



Sola scriptura - somente a Escritura Sagrada tem a palavra final em matéria de fé (o que acreditamos) e conduta (o que praticamos);

Solus Christos - somente Cristo, e não os “santos” canonizados nem mediadores humanos instituídos pelo Catolicismo;

Sola fide - somente a fé, baseada na obra suficiente de Cristo, pode trazer salvação ao pecador arrependido. Isso está intimamente ligado a graça, que exclui totalmente as obras;
Sola gratia  - somente a graça alcança o homem vil, que é totalmente incapaz de fazer qualquer coisa para a sua salvação;

Soli Deo gloria - glória somente a Deus, e a mais ninguém. Homens nem anjos devem ocupar o lugar que pertence a Ele, no mundo e em nossa vida, porque somente Ele é o Senhor.

Faço uso dos solas, ao concluir cada texto deste blog, porque (ainda) acredito que esses princípios bíblicos devem (sempre) nortear nossas vidas!

Sola Scriptura, solus Christus, sola fide,sola gratia, soli Deo gloria!

sábado, 21 de abril de 2012

O "Debate" de Demêncio e convidados



Dário José

Demêncio muito atrasado chega ofegante à casa da “irmã” Fan Átika, local escolhido para o “debate”.  Estão presentes na residência apenas três “debatedores” sentados à mesa:  Discordêncio, visivelmente irritado, olhando o tempo todo para o relógio, Cristiano Orto, que calmamente espera  e Fan Átika, a anfitriã, que  de repente  fica de joelhos  e começa a orar em voz alta: 

- Oh, Deus! Meu Deus, me dá sabedoria para eu saber falar hoje... Prove para todos que tu és na minha vida... Mande anjos para nos guardar...
Demêncio, bruscamente interrompe sua oração:

- Ismã  Fanlática num é hora de orar, levanta mulé... Istamos pra cumerçar o debate...

Os dois sentados à mesa, Cristiano Orto e Discordêncio, se entreolham sem nada entenderem. De repente, chegam Eloquêncio e Farisêncio. Os dois, coincidentemente, viajavam num mesmo avião. Eloquêncio vem cumprindo uma exaustiva “agenda”, pregando todos os dias em várias cidades do Brasil e faz um mês que não vê a esposa nem os filhos.  Farisêncio, também não é muito diferente, pois para propagar a sua "visão sacerdotal de Arão” e a “visão apostólica de Pedro”, tem viajado do Oiapoque ao Chuí, e até para fora do país, junto às suas igrejas da “Obra Sacerdotal Apostólica”.   Demêncio os recebe e já começa a reclamar:

-  Istamos atrasados para o “debate”... Vamu cumeçar! Mas Fan Átika interrompe, dizendo:

-  Vamos orar...precisamos de proteção... Mas é interrompida também, por Eloquêncio:

-  Meus diletos e denodados irmãos, se faz necessário orarrrrmos! Ontem eu preguei numa cruzada para 3 mil pessoas e foi uma bênção! Minha voz está rouca,  mas ainda tenho forças para orarrrr: Amantíssimo, Grandíssimo, Infinito e Portentoso Deus, que estás no mais elevado dos tronos. Na tua auspiciosa presença nos encontramos...  Depois de alguns minutos de oração, Demêncio toca nele e diz:

Pur favor, hoje num é dia de circo de oração... Vamu cumeçar o debate?  Todos sentam, menos Demêncio, que começa  a “discursar":

- Na carta do apostu Paulo, II dos Corintus, capitu 3 e velso 6, diz: "O qual nos habilitou para semus ministros de uma nova aliança, não da letra, mais do ispírito , proque a letra mata, mais o ispirito vivifica". Eu convoquei vocêis hoje aqui, proque preciso mi defender. Sempre que digo que, hoje na Nova Aliança, num faiz  mais necersário  lemos a Bibla, sou muito criticado. Mais, com essi velsícu que li, o apostu Paulo (e não eu) prova que “as letra da Bibla mata”. Essa é a ‘arma’ que falei que tem matado muita gente .  Discordêncio ergue a mão, pedindo a palavra:

- Por favor, está havendo um grande equívoco aqui. A interpretação do texto citado, foi  feita de maneira totalmente errada. Feriu as regras da hermenêutica bíblica!

- Hermeu...O que?  Tá vendo, essi aqui “as letra” já matou-lo todinho.  Interrompe Demêncio,  visivelmente irritado.

- Morto está você! Não sei o que vim fazer aqui... Desabafa Discordêncio. O “debate” segue sem sucesso. As trocas de insultos entre Demêncio, Discordêncio e Fan Átika tomam proporções inimagináveis... Os demais só permanecem em silêncio... Até que, de repente, Farisêncio toma a palavra:

- Meus irmãos amados, vamos viver em paz! Todos nós temos direito de pensarmos diferente. Não importa, nosso Supremo Pai ama a todos. Bem... Daqui a pouco, terei que me retirar porque tenho que “ungir” amanhã, novos “apóstolos”, “sacerdotes” e “sacerdotisas” em outro estado do nosso país.  De repente o telefone de Eloquêncio toca, que avidamente atende:

- Alô! Oh, abençoado... É de Deus! Eu estava pensado em você... E aí, quando vou pregar na sua igreja? Como? Três noites? Faço um preço camarada, ‘coisa de crente’... Cada noite são 2 mil. Olha... Estou numa reunião, depois te ligo.

Cristiano Orto, que até o momento estava calado, pede a palavra:

- Meus caros irmãos, principalmente você, irmão Demêncio, estou aqui porque quero ser útil em alguma coisa. Vejo que não chegamos a lugar algum agindo assim, com essas discussões infindáveis.  A Bíblia é um instrumento de aprendizagem, conforme diz o apóstolo Paulo na sua II carta a Timóteo, capítulo 3, versículos 14 a 17. O que encontramos neste texto  é que o cristão precisa unir a aprendizagem  com o crescimento  espiritual. Esse crescimento é o que chamamos de maturidade.  Paulo também nos diz que a aproximação da Palavra nos torna sábio, e que , estudando-a, nos tornamos habilitados (capacitados) para o desenvolvimento do nosso ministério (serviço) no Reino de Deus.

Todos permanecem em silêncio, Cristiano Orto continua:

- O texto que o nosso irmão Demêncio nos trouxe (II Coríntios 3.6), dizendo que a “letra mata”, quero esclarecer que não são as ‘letras da Bíblia’ que matam, mas a força da Lei que veio através de Moisés e que condenava a todos, conforme o versículo 7, do mesmo texto que Paulo chama de “ministério da morte”, contrastando com o “ministério do Espírito”, como expõe o versículo 8.

- Bem, aconselho a todos vocês a lerem e estudarem o capítulo 3 (II Coríntios), para entenderem todo o texto, e não apenas um versículo, para não criarem pretextos, fora do contexto. Deus abençoe a todos! Tenho que ir.
Todos saíram sem argumentos, inclusive Demêncio.

Dário José, criador de Demêncio e demais personagens (Copyright)






Sola Scriptura!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

O Verdadeiro Evangelho - Parte 1


    Dário José

Evangelho - temos duas acepções para esta palavra:  1) a mensagem de salvação que Jesus anunciou e que os seus apóstolos propagaram, em forma de doutrina (Atos 6 2,42; Romanos 1.15,16). Evangelho, do grego ευαγγελιον  (euaggelion) - “boa notícia”, “boas novas”,  2) nome dado a cada um dos quatro primeiros livros do Novo Testamento: Mateus, Marcos, Lucas e João, onde a vida e os ensinos de Jesus Cristo são narrados por esses quatros já citados escritores. O vocábulo evangelho aparece 103 no Nono Testamento.

     Há um "evangelho" que vem sendo pregado, ensinado, propagado em todo mundo,  mas não tem nada a ver com o verdadeiro evangelho de Cristo, é um “outro” evangelho (Gálatas 1.6,8,9). Podemos  qualificar alguns desses ensinos divorciados da sã doutrina bíblica de:  “evangelho antropocêntrico” (o homem no centro), “evangelho da prosperidade” (o homem sendo servido, nunca servindo),   “evangelho do determinismo” (o homem mandando, nunca pedindo),  “evangelho do triunfalismo” (o homem totalmente protegido, buscando a derrota dos seus “inimigos”) etc.  A letra, poesia e vídeo abaixo dizem muito em poucas palavras! 

   O Evangelho
Grupo Logos

Eu sinto verdadeiro espanto no meu coração
Em constatar que o evangelho já mudou.
Quem ontem era servo agora acha-se Senhor
E diz a Deus como Ele tem que ser ...

Mas o verdadeiro evangelho exalta a Deus
Ele é tão claro como a água que eu bebi
E não se negocia sua essência e poder
Se camuflado a excelência perderá!

Refrão
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.

O evangelho mostra o homem morto em seu pecar
Sem condições de levantar-se por si só ...
A menos que, Jesus que é justo, o arranque de onde está
E o justifique, e o apresente ao Pai.

Mostra ainda a justiça de um Deus
Que é bem maior que qualquer força ou ficção
Que não seria injusto se me deixasse perecer
Mas soberano em graça me escolheu

É por isso que não posso me esquecer
Sendo seu servo, não Lhe digo o que fazer
Determinando ou marcando hora para acontecer
O que Sua vontade mostrará.

Refrão
O evangelho é que desvenda os nossos olhos
E desamarra todo nó que já se fez
Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis. 

Porém, ninguém será liberto, sem que clame
Arrependido aos pés de Cristo, o Rei dos reis.




Sola Scriptura!

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Finalmente Demêncio consegue marcar o dia do "Debate". Conheça os debatedores!

Dário José



Demêncio, teve muitas dificuldades, mas finalmente marcou o dia do seu "debate": será sábado, dia 21. Já adiou por duas vezes, mas agora vai acontecer... Aproveitamos, então, para apresentar os "debatedores". Demêncio é alheio à Palavra e gosta de repetir o que ouve, sem analisar o que diz.








Fan Átika. O nome desta convidada já "sinaliza" que ela só cresceu na graça, e não no conhecimento...Bem, ela é neopentescostal e já adiantou que "o que Deus mandar ela falar, falará sem medo"...








Farisêncio. Esse outro "debatedor" é legalista do dedo do pé aos fios do cabelo da cabeça.É dúbio de ânimo e extremista. Quer "judaizar" a igreja com elementos e rituais da Antiga Aliança. 






Eloquêncio. É outro que sentará à mesa com Demêncio. Ele é pregador das mutilações bíblicas, conferencista transcontinental e prolífero criador de "clichês", "chavões" e "neologismos".









Discordêncio. Esse, disse que só participará porque houve "muita insistência", por parte de Demêncio. Esse seminarista (que não representa todos os que cursam teologia), só crê no que pode provar e é radical ao extremo.









Cristiano Orto. Esse último é um professor de Escola Dominical, que procura servir ao Senhor com sinceridade, a exemplo dos cristãos de Beréia
( At17.11).







Sola Scriptura!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Um combate histórico - Segunda Parte


Dário José

No primeiro post sob este tema, falamos sobre a renhida luta entre a “antiga serpente” e os filhos de Deus, desde o Éden até os nossos dias. Para combater a mentira, só com a Verdade (João 8.44; 14.6; 17.17; II Coríntios 13.8).

Todos têm o direito de escolher a religião que quiser. A tolerância religiosa é extensiva a todos. Isso não significa, porém que todas as religiões sejam boas. Jesus deixou claro que não aceitava a ideia de que todos os caminhos levam a Deus. Ele ensinou que há apenas dois caminhos: o estreito, que conduz à vida eterna, e o largo e espaçoso, que leva à destruição (Mateus 7.13,14). Ele mesmo se colocou como o Caminho (João 14.6; Hebreus 10.20). 

Alguns dizem: "Não devemos falar contra outras religiões. Fomos chamados para pregar o evangelho". Os que assim dizem, em parte estão certos, mas a Bíblia nos conclama não só para pregar o evangelho (Marcos 16.15), como também para defendê-lo (Filipenses 1.15-17; II Timóteo 4.1,2). 
   
Pregar o evangelho é estar pronto para responder aos questionadores  

“Antes, santificai a Cristo, como Senhor, em vosso coração, estando sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós,

“Fazendo-o, todavia, com mansidão e temor, com boa consciência, de modo que, naquilo em que falam contra vós outros, fiquem envergonhados os que difamam o vosso bom procedimento em Cristo..." 
                                                                                                            I Pedro 3.15,16 (ARA)

Defender o evangelho é batalhar pela fé

“Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos”
                                                                                                           Judas 3 (ARA)
A Batalha Espiritual

Deus nos veste de salvação (Lc 15.22; Ap 3.5,18;19.8). Mas, cabe a cada um de nós nos apropriarmos e nos revestirmos da Armadura de Deus para o verdadeiro combate cristão (Rm 13.14; Ef 6.10; I Ts 5.8).

A Armadura de Deus consiste das seguintes peças (Efésios 6.10-18):
 
1 – Capacete da salvação (para proteção da mente);
2 – Oração no Espírito (para a manutenção da intimidade com Deus);
3 - Couraça da justiça
(para a proteção da alma);
4 - Cinto da verdade
(para andar em sinceridade);
5 – Escudo da fé
(para defesa dos dardos do maligno);
6 - Espada do Espírito
(para ofender o reino das trevas com a prática da Palavra);
7 – Sandálias do Evangelho
(para caminhar segundo os ensinos de Cristo).


 



Sola Scriptura!

domingo, 15 de abril de 2012

Três coisas Que o Líder Nunca Deve Esquecer


Sábado, dia 14 de abril, das 8h às 17h, tivemos a 40ª Edição do ELADALPE (Encontro de Líderes da Assembleia de Deus em abreu e Lima - PE), na AD em Conjunto Beira Mar I  (Área da Praia - Paulista). O obreiro, Ev. Edivaldo Raimundo, juntamente com os líderes de vários departamentos, que foram alvos das ministrações da Palavra, pelos pastores, na parte da manhã, José Orlando e Altair Germano (Coordrnador do Eladalpe) e na parta da tarde, Dário José e Ubiratan Cavalcante. O evento teve a cobertura da Rede NP, com o cinegrafista Leonardo Santos e o repórter Ev. Jailson Trajano, e irá ao ar, quinta-feira, 19/04,  às 8h da manhã, no Programa Novas de Paz, na TV Nova Nordeste, Canal 22.
Ev. Edivaldo Raimundo (paletó claro, no centro), ao lado dos pastores Ubiratan Cavalcante e Dário José, com os demais líderes - AD Conjunto Beira Mar I (Paulista).



Abaixo, segue o esboço da minha Aula:
Três Coisas Que o Líder Nunca Deve Esquecer
 
Texto Bíblico: I Tm 4.16

1 - O líder nunca deve esquecer de ter cuidado (vigilância)

“Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina..."
Cuidado – desvelo, diligência, solicitude, atenção; precaução, vigilância.

1.1 – Cuidado consigo mesmo, no que diz respeito:


Aos falatórios inúteis e profanos – II Tm 2.16-21; I Tm 6.20;
As paixões da mocidade - II Tm 2.22;
Aos que tem forma (aparência) de piedade – II Tm 3.1-5;·

1.2 – Cuidado com a doutrina 
O líder deve defender (ser guardião) da sã doutrina (II Tm 4.2). Há três fontes de doutrinas:

Doutrina de Deus (perfeita) – Tt 2.10; (At 2.42; 13.12;
Doutrina de homens (discutível) – Cl 2.22; Hb 13.9; Ef 4.14; I Tm 1.3,4;6.3-6; Mt 15.9;16.12;34;
Doutrinas de demônios (maldita) – I Tm 4.1.

2 – O líder nunca deve esquecer da Persistência (disciplina)

“... persevera nestas coisas..."
Persistência – ato de persistir, perseverança, constância, firmeza, disciplina.

2.1– Persistência é autodisciplina, para poder ter:

Pureza de caráter – caráter e reputação;
Pureza no casamento – relacionamento conjugal, familiar;
Pureza na espiritualidade – mente (meditação), devoção, oração, louvor;
Pureza no ministério (dom, vocação) - liderança.

3 – O líder nunca deve esquecer de deixar o seu Legado à proxima geração(exemplo)
“... porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem”
.
Legado – parte da herança que se deixa para alguém; costume ou tradição que passam de uma a outra geração.

3.1- Ser exemplo (padrão) dos fiéis – I Tm 4.12;
3.2 - Ter a Bíblia como base do exercício ministerial – II Tm 3.14-17. 

Templo AD Conj. Beira Mar I             Preletores, pastores Orlando, Altair, Dário e Ubiratan
Soli Deo Gloria!
Pr. Dário José