quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Deus, nós e o novo ano



Dário José

A agenda de 2012 terminou. Mas Deus não precisa de “agenda”, pois trabalha acima e além do nosso tempo (Is 64.4).


Com o fim do calendário de 2012, entramos em 2013 mais envelhecidos. Deus continua sem ter problemas de esclerose, cegueira, atrite, mal de Parkinson... Ele não envelhece, não se cansa e nem se fadiga (Isaías 40.28-31; 49.15).


Em 2012 terminamos mais um ciclo da nossa vida. Mas de Deus? Quem poderá contar o tempo da sua existência? (Isaías 41.1-4; Jó 10.5).


Em 2012 virou retrospectiva: alguns famosos que morreram e foi destaque na mídia. Os anônimos (a maioria) também morreram, mas só alguns parentes recordam. E Deus? Continua Imortal, Vivo, Eterno e Imutável (I Timóteo 1.17; 6.16; Malaquias 3.6).


Nem tudo que planejamos para 2012 foi possível realizarmos. Deus, porém, não deixou de cumprir nenhuma de suas promessas estabelecidas para cada tempo específico do ano que passou. E em 2013? Ele continuará... (I Coríntios 1.9; 10.13; I Tessalonicense 5.24; I João 1.9; Apocalipse 19.11).


2012 acabou, mas deixou para muitos a herança do sofrimento físico e psicológico sob o efeito de prognósticos, diagnósticos, deduções, receios, previsões recebidas e nada favoráveis quanto à saúde, à vida, o futuro. E Deus? Ah! Deus continua mudando tempos, horas, situações (Daniel 2.20-22; Romanos 4.17).


Para outros, 2012 deixou um “saldo” positivo: no(s) banco(s)? “Muito dinheiro no bolso”!  E a saúde? “Pra dá e vender!” E a família? “Tudo em paz!” e o futuro? “O futuro?...Você sabe, o futuro a Deus pertence, né!?”. Bem, não é só o futuro (tempo) que a Ele pertence. Todas as coisas que irão acontecer, estão sob sua esfera de Domínio (espaço), pertencem indubitavelmente a Ele (Daniel 4.17; Romanos 11.33-36; Hebreus 4.12,13; Tiago 1.16,17).

Nenhum comentário:

Postar um comentário