quarta-feira, 13 de março de 2013

Habemus Papam Franciscum! Temos Papa Francisco!



Dário José


Hoje (13/03/2013), a visível fumaça branca na chaminé do Vaticano e o audível som das badaladas de sinos, às 19h06 horário local (15h05 Brasília), indicavam que os 115 cardeais reunidos na Capela Sistina, haviam elegido, depois de cinco votações e dois dias de conclave, o sucessor de Bento XVI. 

O novo chefe da Igreja Católica, o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, apareceu na sacada diante da Praça de São Pedro, como Papa Francisco I, nome que escolheu se chamar. Das suas primeiras palavras como Papa, eis a frase abaixo:

"O objetivo do conclave foi nomear o bispo de Roma. Mas parece que meus irmãos, os cardeais percorreu todo o caminho para o fim do mundo. Agradeço por seu bem-vindo."

O que observamos com tudo isso é a busca da perpetuação e a hegermonia do poder e da força, que a igreja institucionalizada ainda tenta manter. 

A Igreja do Deus Vivo, cujo Sumo Pastor é o Cristo (I Timóteo 3.15; Hebreus 13.20; I Pedro 2.25; 5.4; Efésios 4.15; 5.23; Colossenses 1.18), nunca precisará de conclaves, fumaça branca, anel, paramentos. O Único Mediador dessa Igreja é o Senhor Jesus (I Timóteo 2.5).

Nenhum comentário:

Postar um comentário