sexta-feira, 1 de março de 2013

Homenagem póstuma à minha mãe



Dário José


Hoje, às 6h05min, deixou a morada terrena para estar com o Senhor, a minha mãe. Dez dias antes de completar 84 anos. A cerimônia fúnebre foi às 15h e o seu sepultamento às 16h, no Cemitério São José, na cidade do Paulista (PE). Anelcina Rodrigues de Souza, víúva do nosso pai José Borges de Souza desde 1984, foi mãe de 12 filhos (com dois já mortos: Élcio, na infância e Ezequiel, em 2011), deixou outros 10 filhos: Sebastião, Maria, Alda, Nemize, Hélio, Jessé, Rúbens, Luci, Lúcia e Dário. Deixou também netos e bisnetos.

Agradeço a todos os presentes na cerimônia fúnebre: a minha família, os meus irmãos, os parentes, os amigos e irmãos em Cristo da AD em Jaguarana (Paulista), onde ela congregou por mais de 5 décadas. Agradeço ao Pr. Roberto José, presidente da Comadalpe e os pastores Gilmar Ribeiro, Delmário Leandro e Severino Oliveira (esse último era o pastor da minha mãe), como também os presbíteros Cabral, Samuel e Josival por suas presenças nesse último momento do adeus. 

O simples poema abaixo é uma homenagem póstuma à sua memória:

Hoje, ao nascer do sol, partiu para a Eternidade,
Anelcina Rodrigues de Souza, minha genitora.
Deixando à família enorme e profunda saudade,
Aquela que em vida foi filha, esposa e mãe protetora!


Humanamente, nunca teve status nem glórias,
Mas, em obedecer ao Evangelho, foi ornamento!
Deixou aos seus descendentes uma bela história,
Que suaviza como bálsamo o nosso sofrimento.


O peso do seu próprio valor, uma mãe nunca saberá,
Quem medirá seu amor, seu trabalho e seu sofrer?
Mas sua semente em gerações futuras usufruirá,
Do seu altruísmo, das suas orações, do seu saber!

6 comentários:

  1. Lindo poema, por increível que pareca, eu já estava esperando a sua postagem, informando sobre um poema feito para ela em seu blog...
    que Deus continue te abençoando sempre, e te acalentando.
    Carla Barbosa.

    ResponderExcluir
  2. nos deixou uma vida
    de tula com vitorias..
    em seus ensinamentos a maior das sabedoria pra mim...
    deixando em minhas veias um laço
    eterno de amor...
    eternamente em meu coração....
    te amo minha vozinha..............

    ResponderExcluir
  3. Sinto profundamente a sua dor querido pastor Dário José.

    São em momentos como este, que cada um de nós deveríamos
    pensar e repensar em que legado estamos deixando para a
    geração que nos observa.
    Feliz daquele que persevera até o fim, pois, além de ter
    a coroa da justiça, também deixará uma pregação viva da
    história de sua vida.
    Que o Espírito Santo de Deus lhe console, e à sua família.

    Pr. Isaac Luiz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela solidariedade, caro amigo e companheiro!

      Excluir