segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Às vezes...



Dário José
 
Às vezes perder é ganhar e ganhar é se perder!

Às vezes “subir” traz precipícios e “descer” soa como vitória!

Às vezes a fama mata a alma e o anonimato a mantém viva!

Às vezes a riqueza empobrece e na pobreza há  farta nobreza !

Às vezes a arrogância se veste de humilde e o verdadeiro humilde não veste trapos!

Às vezes o silêncio tem som retumbante e o falar de nada vale!

Às vezes o culpado parece inocente e o singelo morre sem culpa!

Às vezes o certo é visto como errado e erros crassos são aplaudidos!

Às vezes o consentimento é visto com cautela e a precaução é tida como um  insulto!

Às vezes o lisonjeiro é tido como amigo e a verdadeira amizade é desprezada!

Às vezes a mentira soa como verdade e os sinceros não têm vez nem voz!

Às vezes a crise traz aprendizado e a zona de conforto produz estagnação!

Às vezes os insubmissos posam de mocinhos e os heróis apenas cumprem suas tarefa

Nenhum comentário:

Postar um comentário