quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Crise!




Dário José

A crise (do grego κρίσις - krisis) é qualquer evento que é, ou deverá levar a uma situação instável e perigosa que afeta um indivíduo, grupo, comunidade ou sociedade inteira. A crise é um momento crítico. As crises podem afetar pessoas nas áreas de segurança, economia, política, religião, etc.

A crise pode ser conceituada como uma situação em que o indivíduo experimenta mudança na área biológica, psicológica e social, exigindo de uma pessoa ou de um grupo, esforço suplementar para manter o equilíbrio ou estabilidade emocional. Numa crise poderá haver perdas, ganhos e/ou rápidas substituições.

A crise pode tanto gerar decadência como ser resultante da própria decadência. Dependendo da situação, a crise pode ser professora ou carrasca, didática ou devastadora; aponta para uma saída ou para a ruína, sinalizar vitória ou derrota.

As crises podem se avizinhar lentamente deixando alguns sinais ou pode ocorrer de forma abrupta, com pouco ou nenhum aviso. A crise que pode atrofiar ou matar alguns, por outro lado, poderá fazer crescer e fortalecer a outros.

Há crise para nascer e crise para crescer; há crise de sobrevivência, crise de envelhecimento e há a crise da morte que se avizinha. Há crise de identidade, há crise financeira e há crise de personalidade. Há crise de conduta (caráter) e crise de fé (teológica, hinológica, litúrgica, eclesiástica).

Às vezes enfrentamos crises. Em outros momentos, somos  geradores de crises. Mas, muitas vezes, nos transformamos na própria crise.



Nenhum comentário:

Postar um comentário