terça-feira, 27 de maio de 2014

Incongruências visíveis nas escolhas humanas



Dário José
 

O que não se acomoda e nem se adapta, é por natureza incongruente. Como uma “peça” que não se encaixa na “máquina” por não ser devida e exaustivamente trabalhada (torneada), assim é alguém que recebe sobre os ombros grande carga para carregar, mesmo sendo tenro e recente.

É doloroso ver e suportar neófitos “apadrinhando” outros neófitos, “crianças” brincando de “liderança”, erguendo “chupetas” como se fosse “cajados”. Tudo sob o olhar e consentimento de quem é maduro e experiente.

Muito cedo (mas muito cedo), os frutos de “nossas escolhas” humanas tornam-se evidentes. Ninguém se engane: atos, trejeitos e muito blá-blá-blá tipificam e revelam os que posam de servos de Deus, mas na verdade maquiam obediência exagerada, pois são meros subservientes cujo caráter é tão consistente quanto o palavrório que ostentam.

O “tempo passa” esclarecendo e revelando verdades cruas, pois depois de nuvens densas e escuras, o sol sempre ressurge incandescente! O doloroso é que não aprendemos com os fatos que já viraram história.

Erramos por não consultar a Deus nas nossas escolhas, e, quando o “resultado” de tais escolhas nos confronta, não somos humildes de coração para aprendermos com a didática desse confronto da verdade. Erramos e continuamos a errar. O que fazer com os meninos que confundem “chupetas” com “cajados”? Conscientizá-los da realidade (são apenas crianças) e reconduzi-los ao lugar de origem (o berço). E se crescerem um dia? Ah! Aí a história será outra. Se de fato crescerem... Carga só deve ser colocada nas costas de quem tem estrutura para suportar. Tem que ter maturidade (estrutura psicológica) e não apenas maturação (estrutura física).

Infelizmente, continuamos obtusos e relutantes em consultar a Deus acerca das novas escolhas. O resultado sempre será ignominioso. Esquecemos que Deus não é sugestionável por ninguém! Ele NUNCA é condescendente com o seu “Caminho”. Tudo o que não condiz com seus Planos Eternos, torna-se inconsistente, fragmentário e envelhecido, pois não coaduna com o seu querer.

Deus sempre se revela Previdente a todos que o buscam. Só Ele escolhe certo! Orar e pedir a ajuda ao Espírito Santo para poder discernir antes de qualquer escolha, ainda é o único e sensato caminho! Até quando endureceremos a nossa cerviz, “sentados” na nossa autossuficiência? Apesar de Deus ser Longânimo, sua paciência tem limite!

Um comentário:

  1. isto pastor é uma realidade presente muitos se calam com medo de retaliação mesmo conhecendo a verdade muitos tem estrada batalha pela convenção e são deixados de lado.

    ResponderExcluir